Print this list


A fibrilhação auricular é uma doença do ritmo cardíaco que ocorre com frequência. A fibrilhação auricular envolve batimentos cardíacos irregulares que habitualmente são mais rápidos do que o normal. Há algumas complicações associadas à fibrilhação auricular, tais como o acidente vascular cerebral (AVC). Uma em cada quatro pessoas com mais de 40 anos desenvolve fibrilhação auricular, mas nem todas as pessoas apresentam sintomas. É possível viver uma vida normal com fibrilhação auricular quando a mesma é tratada de modo adequado. O tratamento inclui não só o controlo do ritmo cardíaco anormal e/ou a frequência dos batimentos cardíacos irregulares, mas também a prevenção da formação de coágulos que podem provocar um AVC.

Compromisso com um estilo de vida saudável para o coração

Alguns fatores de risco associados à fibrilhação auricular são modificáveis, pelo que alterar o seu estilo de vida e cumprir os tratamentos de acordo com as indicações do seu médico pode reduzir o risco de desenvolver fibrilhação auricular e/ou as suas complicações.  Pode reduzir estes riscos realizando o seguinte: 1,2

  • Praticar exercício físico regularmente
  • Controlar a pressão arterial elevada
  • Evitar o consumo excessivo de álcool e cafeína
  • Não fumar
  • Manter um peso saudável

 

IMPRIMIR ESTA LISTA